Transferência de domicílio do proprietário – de outro município ou estado

É o procedimento de transferência de domicílio do proprietário do veículo, de outro município ou estado. Esse procedimento permite a atualização de dados cadastrais na Base de Dados do Detran.SP e na Base Índice Nacional (BIN) do Registro Nacional de Veículos Automotores (RENAVAM), e resulta na emissão de novo Certificado de Registro de Veículo (CRV).


Quais documentos devem ser apresentados?

  • Original e cópia do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV);
  • Original do CRV;
  • Original e cópia do RG e CPF. No lugar do RG, também são válidos documentos de identidade militar emitidos pelo Ministério da Defesa (Exército, Marinha e Aeronáutica); documentos de identificação funcional emitidos pelas Polícias Federais e Estaduais; documentos de identidade de Conselhos ou Ordens de Classe; Passaporte.
    • Caso seja veículo de pessoa jurídica, leve cópia simples do contrato social;
  • Comprovante de pagamento da Taxa de Emisssão de novo CRV e de eventuais débitos;
  • Original e cópia do comprovante de endereço emitido até três meses imediatamente anteriores à data da solicitação realizada pelo interessado. Serão aceitos as contas de energia elétrica, água, gás, telefone fixo ou móvel, IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), condomínio, INSS (Comprovante do Instituto Nacional do Seguro Social) e contrato de locação. Os comprovantes de endereço deverão estar em nome do próprio interessado ou parente próximo (cônjuge, companheiro, pais, irmãos e filhos), mediante apresentação de documento original que comprove o parentesco ou estado civil (RG, certidão de casamento ou escritura de união estável, certidão de nascimento).
  • Decalque legível do chassi;
  • Decalque legível do motor;
  • Formulário RENAVAM preenchido e em duas vias 
  • Em caso de placa vermelha:
    • Para transporte de carga, apresente original e cópia simples do Certificado de Registro Nacional de Transportador Rodoviário de Carga, autorizada pela ANTT.
    • Para transporte de passageiro, apresente autorização expedida pelo Departamento de Transportes Públicos (DTP).
  • Em caso específico de reserva de domínio, anexe contrato original devidamente preenchido e assinado com firma reconhecida de seus signatários (comprador, credor, testemunhas e avalistas).